“MILAGRES”: O PODER DA ORAÇÃO EM MEIO AO ATAQUE RUSSO À UCRÂNIA

“MILAGRES”: O PODER DA ORAÇÃO EM MEIO AO ATAQUE RUSSO À UCRÂNIA

Uma trabalhadora humanitária ucraniana recentemente compartilhou as muitas maneiras pelas quais ela acredita que Deus está sustentando seu país desde a invasão brutal da Rússia. Ela também falou sobre alguns dos milagres que supostamente aconteceram no mês passado.

Olga Buznitska, gerente de projeto regional da Orphan’s Promise, uma organização que oferece ajuda a crianças e famílias necessitadas em todo o mundo, explicou na sexta-feira durante um evento especial de oração da CBN News por que as invocações são desesperadamente necessárias agora.

“A maior necessidade. São orações”, disse Buznitska. “As orações estão funcionando. É inacreditável o quão grande é o nosso Deus.”

Em meio à incerteza e dor, ela disse que também houve milagres e momentos poderosos que mostram o poder e a bondade de Deus.

“Temos tantos milagres ao nosso redor”, disse Buznitska. “A presença de Deus está aqui. Algumas bombas [não explodem]. Depois desta guerra, vamos sentar juntos e passar muito tempo compartilhando muitos testemunhos incríveis – quão grande é o nosso Deus.”

Veja-a discutir essas questões:

Buznitska não é a primeira pessoa a examinar a perspectiva de Deus ajudar milagrosamente os ucranianos.

Gary Lane, da CBN News, também explorou essas alegações:

Buznitska passou a descrever a fuga de sua cidade natal, Kiev, capital da Ucrânia, e as ações de seu marido de 50 anos na defesa do país contra a agressão russa. Buznitska disse que seus filhos estão com medo pelo pai.

“Meus filhos estão com medo. Muito medo”, disse ela. “Eles têm medo do pai. Eles estão orando continuamente”.

Mas Buznitska, que continua ajudando refugiados e necessitados em outro local dentro da Ucrânia, disse que ela e sua família confiam no Senhor.

“Nós apenas confiamos em Deus que Ele nos protegerá”, disse ela.

Buznitska acrescentou que está “muito orgulhosa” de trabalhar com a Orphan’s Promise e disse que a equipe é “muito especial”.

Ela lamentou a morte de crianças e a destruição ao seu redor, mas repetidamente louvou a Deus e expressou sua confiança nEle, independentemente do que acontecesse.

“Tivemos tantos problemas antes desta guerra”, disse Buznitska. “Antes desta guerra, a União Soviética roubou algo de nós. Eles roubaram… minha infância. Não desejo que alguém tenha essa experiência, e agora vejo como alguém decidiu fazer isso com meu país”.

Fonte: Billy Hallowell –  Faithwire
error

Siga a Rede Vertical Oficial